Carboxiterapia | Ilúmina Clínica de Estética

Carboxiterapia

Combata a celulite, flacidez cutânea, estrias, cicatrizes e olheiras.

Categoria:

A Carboxiterapia é um método novo na medicina estética, apesar de já ser muito usado em medicina para delimitação de lesões vasculares, desde o início do séc. XX.

O tratamento utiliza o dióxido de carbono, um gás não tóxico, não embólico e presente normalmente como intermediário do metabolismo celular. Injetado no tecido subcutâneo com agulhas finíssimas, trata diversas patologias.

O procedimento em si depende de dois fatores essenciais: o vasodilatador para aumentar o fluxo de oxigênio da pele e a distensão ocasionada pelo gás. Recentes estudos demonstraram a ação da carboxiterapia na melhora da circulação, da elasticidade cutânea e na redução da adiposidade localizada.

Indicação

Celulite, flacidez cutânea, estrias, cicatrizes e olheiras.

Frequência

O tratamento pode ser de 5, 10 ou 20 sessões, divididas em uma ou duas vezes por semana com duração de 15 a 40 minutos, conforme a região a ser trabalhada. A aplicação do CO² na pele é feita com uma agulha fina, que pode gerar um pouco de desconforto nas primeiras sessões.

Algumas Aplicações

Carboxiterapia e celulite: A Celulite se apresenta como irregularidades na superfície da pele e é causada basicamente por três fatores: acúmulo de gordura, fibrose e má circulação em determinadas regiões do corpo. As células de gordura estão distribuídas logo abaixo da pele em conjuntos divididos por traves de tecido. Para o tratamento de celulite, o gás é aplicado num plano médio do tecido tegumentar, estimulando a microcirculação local, incrementando a oxigenação tecidual e descolando as traves de fibrose que dão um aspecto de “casca de laranja”. O local fica avermelhado por alguns minutos cessando totalmente.

Carboxiterapia em estrias e cicatrizes: Quando a pele estica muito ou sofre um trauma (como um corte), as fibras de colágeno que se encontram na camada inferior da pele não aguentam e se rompem formando as estrias ou cicatrizes. Para o tratamento de estrias e cicatrizes, o gás é aplicado mais superficialmente inflando uma por uma em todo o seu trajeto. O local fica avermelhado e edemaciado por alguns minutos, cessando totalmente. O objetivo é promover um aumento da oxigenação e irrigação no local, estimulando a produção de colágeno e diminuindo sua espessura e coloração .

Carboxiterapia em olheiras: Em resumo existem alguns tipos de olheiras, aquelas causadas pelo stress ou por noites mal dormidas e outras causadas pelo depósito de melanina (pigmento escuro) que podem ter origem genética ou hiperpigmentação pós-inflamatória, formando um contraste com a pele adjacente do rosto. Nas olheiras o gás pode ser aplicado tanto na pálpebra superior, quanto na inferior, uma de cada vez ou as duas na mesma sessão. O local fica inchado por alguns minutos cessando totalmente. o objetivo é melhorar a oxigenação dos tecidos, a vascularização e promover um aumento do fluxo vascular, clareando a pele nessa área específica.

Nome

E-mail

Telefone

Data

Horário